Diarreia crônica: principais causas e tratamento

Disfunções gastrointestinais acometem quase todo mundo, mas a diarreia é considerada crônica quando o aumento da quantidade de evacuações por dia e o amolecimento das fezes dura por um período maior ou igual que 4 semanas e que pode ter diversas causas.

Para identificar a causa da diarreia crônica e o tratamento adequado ser iniciado, a pessoa deve ir ao gastroenterologista para que sejam avaliados os sintomas e sejam solicitados exames que possam ajudar na identificação da causa, sendo normalmente realizado o exame de fezes e exames de sangue.

Principais causas

  • Intolerâncias ou alergias alimentares, como intolerância à lactose ou ao glúten, ou alergia a proteína do leite, que podem causar irritação e inflamação do intestino e levar à diarreia.
  • Infecções, que podem ser causadas por parasitas, como no caso da giardíase, amebíase ou ascaridíase, por exemplo, assim como infeções por bactérias e vírus, principalmente rotavírus;
  • Síndrome do intestino irritável, que é uma alteração do funcionamento do intestino, que tem a sua motilidade alterada, podendo levar ao surgimento de diarreia como um dos sintomas da doença.
  • Uso de medicamentos, que podem ter efeito laxante, resultando na diarreia, ou o aumento do número de evacuações ser efeito colateral do medicamento;
  • Doenças auto-imunes do intestino, como a doença inflamatória intestinal, provocada pela doença de Crohn ou retocolite ulcerativa, ou como a doença celíaca, por exemplo;
  • Insuficiência do pâncreas, em uma pancreatite crônica, que provoca alteração na absorção de gorduras, levando a uma diarreia pastosa, brilhante e com conteúdo gorduroso;
  • Doenças genéticas que alteram o tecido do trato digestivo, como a fibrose cística, que altera a produção de secreções em vários órgãos;
  • Câncer intestinal, que pode provocar sintomas como diarreia, perda de peso, cansaço e sangramento nas fezes, por exemplo.

Para diagnosticar a causa da diarreia crônica, deve-se procurar um clínico geral ou gastroenterologista, que poderão fazer uma avaliação clínica, analisar os sintomas apresentados e solicitar exames como análise das fezes, colonoscopia e exames de sangue, a depender de cada caso.

Para tratar a diarreia crônica, inicialmente, o médico poderá indicar formas de prevenir a desidratação ou desnutrição, fazendo orientações sobre como aumentar o consumo de líquidos e a alimentação diária.

Em seguida, o tratamento definitivo acontece de acordo com a causa da diarreia, que pode incluir uso de remédios antibióticos ou vermífugos para tratar infecções, remoção de medicamentos que podem ter efeito laxativo ou medicamentos com efeitos anti-inflamatórios para doenças auto-imunes, por exemplo.

Gostaria de maiores informações sobre os melhores exames para o diagnóstico da diarreia crônica? Entre em contato, clicando aqui, e fale com um de nossos atendentes!

Outros artigos interessantes

Exame RT-PCR

Exame RT-PCR

Você com certeza conhece alguém ou já precisou fazer um teste para detectar o COVID-19, mas você sabia que existe um...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato

carloschagas@carloschagasaraxa.com.br

Instagram
@carloschagas.araxa

Instituto de Patologia Carlos Chagas
Rua Capitão José Porfírio, 251 . Centro - Araxá-MG
(34) 3661-2899

Posto de Coleta Cardioclínica
Rua Antônio Alves da Costa, 65 . São Pedro - Araxá – MG
(34) 3662-2240

Posto de Coleta Emiliana Alves de Rezende
Av. Geraldo Tomaz de Aquino, 228 . Tapira – MG
(34)3633-1441

Posto de Coleta Santo Antônio
Av. Wilson Borges,755 . Santo Antônio - Araxá – MG
(34)3662-9515

Urgência 24 Horas: (34) 98826-1999

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta:
06:00 às 18:00h

Sábados
07:00 às 12:00h

Localização

Compartilhe!