Microalbuminúria, causas e o que fazer

A albumina é uma proteína que desempenha diversas funções no organismo e que, em condições normais, pouca ou nenhuma albumina é eliminada na urina, isso porque é uma proteína grande e que não é capaz de ser filtrada pelos rins. Quando ocorre alterações da quantidade desse elemento na urina, ocorre a microalbuminúria, situação essa que precisa ser investigada.

Acompanhe o texto abaixo é descubra mais sobre a microalbuminúria , causas e o que fazer em caso de perda de grande perda de albumina  pela urina.

O que pode causar microalbuminúria

A microalbuminúria pode acontecer quando há alterações no organismo que alteram a taxa de filtração glomerular e da permeabilidade e da pressão dentro do glomérulo, que é uma estrutura localizada nos rins. Essas alterações favorecem a filtração da albumina, que acaba por ser eliminada na urina. Algumas das situações em que pode ser verificada a microalbuminúria são:

  • Diabetes descompensada ou não tratada, isso porque a presença de grandes quantidades de açúcar na circulação pode levar à inflamação dos rins, resultado em lesão e alteração de sua função;
  • Hipertensão, pois o aumento da pressão pode favorecer o desenvolvimento de lesões nos rins que pode resultar, ao longo do tempo, em insuficiência renal;
  • Doenças cardiovasculares, isso porque pode haver alteração na permeabilidade dos vasos, o que pode favorecer a filtração dessa proteína e eliminação na urina;
  • Doença renal crônica,já que há alteração na atividade dos rins, o que pode estimular a liberação da albumina na urina;
  • Alimentação rica em proteína, pois pode haver sobrecarga nos rins, aumentando a pressão no glomérulo e favorecendo a eliminação de albumina na urina.

Caso seja verificada a presença de albumina na urina que seja indicativo de microalbuminúria, o clínico geral ou nefrologista pode indicar a repetição do exame, para confirmar a microalbuminúria, além de solicitar a realização de outros exames que avaliam a função dos rins, como dosagem de creatinina na urina de 24 horas e taxa de filtração glomerular, sendo então possível verificar se os rins estão filtrando mais do que o normal.

O que fazer

É importante que seja identificada a causa associada à microalbuminúria para que possa ser indicado o tratamento mais adequado e seja possível prevenir lesões mais graves nos rins que possam interferir no seu bom funcionamento.

Assim, caso a microalbuminúria seja consequência da diabetes ou hipertensão, por exemplo, o médico pode recomendar o uso de medicamentos que ajudem a tratar essas condições, além de ser recomendado realizar a monitorização dos níveis de glicose e da pressão sanguínea regularmente.

Além disso, no caso da microalbuminúria ser consequência do consumo excessivo de proteínas, é importante que a pessoa consulte um nutricionista para que sejam feitas alterações na alimentação de forma a evitar a sobrecarga nos rins.

Interessante não é mesmo? Conseguiu entender o que é a microalbuminúria , causas e o que fazer ? Deixe seu comentário…

Continue seguindo nosso blog e fique por dentro dos assuntos relacionados à saúde!

Outros artigos interessantes

Exame RT-PCR

Exame RT-PCR

Você com certeza conhece alguém ou já precisou fazer um teste para detectar o COVID-19, mas você sabia que existe um...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato

carloschagas@carloschagasaraxa.com.br

Instagram
@carloschagas.araxa

Instituto de Patologia Carlos Chagas
Rua Capitão José Porfírio, 251 . Centro - Araxá-MG
(34) 3661-2899

Posto de Coleta Cardioclínica
Rua Antônio Alves da Costa, 65 . São Pedro - Araxá – MG
(34) 3662-2240

Posto de Coleta Emiliana Alves de Rezende
Av. Geraldo Tomaz de Aquino, 228 . Tapira – MG
(34)3633-1441

Posto de Coleta Santo Antônio
Av. Wilson Borges,755 . Santo Antônio - Araxá – MG
(34)3662-9515

Urgência 24 Horas: (34) 98826-1999

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta:
06:00 às 18:00h

Sábados
07:00 às 12:00h

Localização

Compartilhe!