O que significa TPO alto ?

A antiperoxidase tireoidiana (anti-TPO) é um anticorpo produzido pelo sistema imune e que ataca a glândula tireoide, resultando em alteração nos níveis de hormônios produzidos pela tireoide.

No entanto, a quantidade desse autoanticorpo tireoidiano pode aumentar em várias situações, por isso é importante que o diagnóstico seja feito levando em consideração o resultado de outros exames relacionados à tireoide, como outros autoanticorpos tireoidianos e dosagem de TSH, T3 e T4.

Acompanhe a leitura e entenda melhor o que significa TPO alto.

Antiperoxidase Tireoidiana alta

Valores aumentados de antiperoxidase tireoidiana (anti-TPO) normalmente são indicativos de doenças autoimunes da tireoide, como Tireoidite de Hashimoto e Doença de Graves, por exemplo, no entanto pode estar aumentado em outras situações, como na gravidez e no hipotireoidismo. As principais causas de aumento da antiperoxidase tireoidiana são:

1. Tireoidite de Hashimoto

A tireoidite de Hashimoto é uma doença autoimune em que o sistema imunológico ataca a tireoide, falaremos mais detalhadamente nesse assunto em nossa próxima postagem, acompanhe o blog, e fique por dentro dessa doença clicando aqui.

2. Doença de Graves

A doença de Graves é uma das principais situações em que a antiperoxidase tireoidiana está alta e acontece porque esse autoanticorpo atua diretamente na tireoide e estimula a produção de hormônios, resultando em sintomas característicos da doença, como dor de cabeça, olhos arregalados, perda de peso, suor, fraqueza muscular e inchaço na garganta, por exemplo.

É importante que a doença de Graves seja identificada e tratada corretamente para aliviar os sintomas, sendo o tratamento indicado pelo médico conforme a gravidade da doença, podendo ser recomendado o uso de remédios, terapia com iodo ou cirurgia da tireoide.

3. Gravidez

Devido à alterações hormonais comuns na gravidez, é possível que também existam alterações relacionadas com a glândula tireoide, podendo ser identificada, inclusive, o aumento dos níveis de antiperoxidase tireoidiana no sangue.

Apesar disso, a gestante não necessariamente possui alterações na tireoide. Por isso, é importante que seja feita a dosagem de anti-TPO no início da gestação para que o médico possa acompanhar os níveis durante a gravidez e verificar o risco de desenvolvimento de tireoidite após o parto, por exemplo.

4. Hipotireoidismo subclínico

O hipotireoidismo subclínico é caracterizado pela diminuição da atividade da glândula tireoide que não gera sintoma e que só é percebida por meio de exames de sangue, em que é verificado níveis normais de T4 e aumento de TSH.

Apesar da dosagem de anti-TPO não ser normalmente indicada para diagnóstico de hipotireoidismo subclínico, o médico pode solicitar esse exame para avaliar a progressão do hipotireoidismo e verificar se a pessoa está respondendo bem ao tratamento. Isso é possível pelo fato desse anticorpo atuar diretamente na enzima que regula a produção dos hormônios tireoidianos. Dessa forma, ao realizar a dosagem da antiperoxidase tireoidiana no hipotireoidismo subclínico, é possível verificar se a diminuição da quantidade de anti-TPO acompanha a regularização dos níveis de TSH no sangue.

5. Histórico familiar

Pessoas que possuem parentes com doenças autoimunes da tireoide podem apresentar valores alterados de anticorpo antiperoxidase tireoidiana, não sendo indicativo de que também possuem doença. Por isso, é importante que o valor do anti-TPO seja avaliado juntamente com os outros exames solicitados pelo médico.

Tratamento

A rigor, não existe tratamento com o objetivo de reduzir os níveis dos anticorpos anti-tireoidianos. O foco do tratamento é corrigir as alterações hormonais, que são avaliadas com a dosagem dos hormônios TSH, T4 e T3, seja na deficiência ou no seu excesso.
A pessoa com a função tireoidiana normal e com anticorpos elevados tem um risco maior de desenvolver hipo ou hipertireoidismo. Nesse caso, deve realizar avaliação hormonal da tireoide periodicamente.

Gostou desse texto? Conseguiu entender o que significa TPO alto? Continue seguindo nosso blog e fique por dentro de temas relacionados à saúde.

Outros artigos interessantes

Exame RT-PCR

Exame RT-PCR

Você com certeza conhece alguém ou já precisou fazer um teste para detectar o COVID-19, mas você sabia que existe um...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato

carloschagas@carloschagasaraxa.com.br

Instagram
@carloschagas.araxa

Instituto de Patologia Carlos Chagas
Rua Capitão José Porfírio, 251 . Centro - Araxá-MG
(34) 3661-2899

Posto de Coleta Cardioclínica
Rua Antônio Alves da Costa, 65 . São Pedro - Araxá – MG
(34) 3662-2240

Posto de Coleta Emiliana Alves de Rezende
Av. Geraldo Tomaz de Aquino, 228 . Tapira – MG
(34)3633-1441

Posto de Coleta Santo Antônio
Av. Wilson Borges,755 . Santo Antônio - Araxá – MG
(34)3662-9515

Urgência 24 Horas: (34) 98826-1999

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta:
06:00 às 18:00h

Sábados
07:00 às 12:00h

Localização

Compartilhe!