Principais sintomas das parasitoses intestinais

As parasitoses intestinais são muito frequentes na infância, sendo consideradas problema de saúde pública, principalmente nas áreas rurais e periferias das cidades dos países chamados subdesenvolvidos, onde são mais frequentes.

São doenças comuns no mundo, atingindo cerca de 25% da população (1 em cada 4 pessoas!). Sua transmissão depende das condições sanitárias e de higiene das comunidades. Além disso, muitas dessas parasitoses relacionam-se a déficit no desenvolvimento físico e cognitivo e desnutrição.

As parasitoses intestinais são infecções causadas por protozoários e helmintos, como amebas, lombrigas e giárdias, que costumam entrar no corpo humano na forma de cistos e ovos, principalmente, através da água e de alimentos contaminados. Ao chegar no intestino, esses parasitas se desenvolvem e se multiplicam, causando sintomas bastante incômodos.

Sintomas

O quadro clínico varia desde nenhum sintoma, passando por discretos sintomas digestivos, como leve distensão abdominal, azia e eructações (arrotos), até cólicas abdominais, dor epigástrica (dor abdominal logo abaixo das costelas), diarreia e vômitos, em casos mais agudos e extremos.

Febre, tosse, anemia, perda de peso, falta de ar, falta de apetite e coceira no ânus também estão entre os principais sintomas das parasitoses intestinais.  

A situação pode ser mais grave em crianças e adolescentes, pois uma infestação crônica pode acarretar retardo no desenvolvimento, déficit cognitivo, baixa estatura, falta de vitaminas e desnutrição, que são considerados graves problemas de saúde.

Nos adultos, as parasitoses intestinais também podem levar a algumas complicações quando não são tratadas corretamente.

Diarreia crônica, anemia, obstrução das vias biliares, obstrução intestinal, quadros respiratórios, apendicite aguda e abscesso hepático são algumas das possíveis complicações, se a doença não for tratada adequadamente.

Tratamento

O tratamento das parasitoses é feito com medicações antiparasitárias. O tempo de tratamento, assim como o medicamento prescrito pelo médico, pode variar de acordo com o tipo de parasita e o perfil do paciente. 

Há medicações disponíveis no mercado que são efetivas contra vários tipos de parasitas, sendo opção, inclusive, quando não há diagnóstico específico de um agente causador ou nos casos em que é indicado o tratamento empírico de parasitoses, como pode ser o caso das crianças pré-escolares e escolares. Além do tratamento com remédios, as mudanças nos hábitos alimentares são fundamentais para garantir a recuperação do paciente.

Está em dúvida sobre os exames que detectam as parasitoses intestinais? Entre em contato, e fale com um de nossos atendentes!

Outros artigos interessantes

Exame RT-PCR

Exame RT-PCR

Você com certeza conhece alguém ou já precisou fazer um teste para detectar o COVID-19, mas você sabia que existe um...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entre em Contato

carloschagas@carloschagasaraxa.com.br

Instagram
@carloschagas.araxa

Instituto de Patologia Carlos Chagas
Rua Capitão José Porfírio, 251 . Centro - Araxá-MG
(34) 3661-2899

Posto de Coleta Cardioclínica
Rua Antônio Alves da Costa, 65 . São Pedro - Araxá – MG
(34) 3662-2240

Posto de Coleta Emiliana Alves de Rezende
Av. Geraldo Tomaz de Aquino, 228 . Tapira – MG
(34)3633-1441

Posto de Coleta Santo Antônio
Av. Wilson Borges,755 . Santo Antônio - Araxá – MG
(34)3662-9515

Urgência 24 Horas: (34) 98826-1999

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta:
06:00 às 18:00h

Sábados
07:00 às 12:00h

Localização

Compartilhe!